top of page

Aposentadoria do metalúrgico. Já fez o seu pedido?

A aposentadoria para o metalúrgico possui tempo especial de contribuição, pois há exposição habitual a agentes nocivos à saúde durante a jornada de trabalho.


Inúmeros são os agentes nocivos que trazem problemas à saúde do metalúrgico, por isso na aposentadoria para o metalúrgico poderá ser concedida após 25 anos de contribuição.


Entre as atividades profissionais do metalúrgico estão as dos:


Trabalhadores de aciarias, fundições de ferro e metais não ferrosos, laminações, forneiros, fundidores, lingoteiros, tenazeiros, caçambeiros, amarradores, dobradores e desbastadores; Operadores de pontes rolantes nos recintos de aciarias, fundições e laminações; ferreiros, marteleiros, forjadores, estampadores, caldeireiros e prensadores; Soldadores (solda elétrica e a oxiacetileno); Pintores a pistola (com solventes hidrocarbonados e tintas tóxicas); eletricistas e demais profissionais em trabalhos de exposição permanente nos locais.


Muitas vezes a aposentadoria especial é negada pelo INSS e os trabalhadores desistem do benefício, acatando aquela decisão como verdade. Com isso, muitas vezes esperam mais 5 ou 10 anos para fazer novo pedido, o que pode ser revertido através do trabalho de um advogado especializado em direito previdenciário.


O advogado previdenciarista pode verificar se aquele é realmente o melhor momento para requerer sua aposentadoria, demonstrando após análise da sua documentação e através de cálculos, quanto tempo de contribuição você possui e o valor aproximado do salário benefício que irá receber, evitando assim, surpresas desagradáveis.


Já teve seu pedido de aposentadoria negado pelo INSS? Nos conte como foi sua experiência!

35 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page